Filmes e Cinema

Assisti: Uma Manhã Gloriosa

1morningglory_01

Ontem assisti ao filme Uma Manhã Gloriosa (dos mesmos produtores de O Diabo veste Prada e do diretor de Um Lugar Chamado Notting Hill) com a linda da Rachel McAdams (a Regina George, Meninas Malvadas) que não via atuar desde Sherlock Homes. Embora não seja uma das minhas atrizes preferidas, admiro seu trabalho e doçura e já choraminguei muito com Te Amarei Para Sempre e o clássico Diário de Uma Paixão, onde ela era a protagonista.

Não costumo colocar sinopse dos filmes que assisto pois geralmente faço o Cinema a Jato e falo de 3, 4 filmes de uma vez. Como esse post é sobre esse apenas, colocarei um resumo básico a lá Wikilândia e seu respectivo trailer:

Becky Fuller é uma jovem maníaca por trabalho que tinha tudo para ser promovida, até que a emissora em que trabalha decide fazer cortes e a demite. A partir daí, Becky começa a procurar por outro emprego desesperadamente e preenche uma vaga como produtora de um programa da manhã que está prestes a ser cortado por baixa audiência. O desafio começa ao ter de lidar com uma equipe desmotivada, assuntos batidos, as emissoras concorrentes e problemas de relacionamento. Tudo piora quando Becky resolve contratar uma antiga estrela para fazer subir as audiências, Mike Pomeroy (Harrison Ford), que entra em conflito aberto com outra apresentadora, Coleen Peck (Diane Keaton) e com todos em seu redor.

Estava com o filme aqui em casa a algum tempo e ontem resolvi assistir. Vocês já devem estar carecas de saber que eu não ligo se a crítica especializada detonou determinado filme e gosto de ter minhas próprias experiências e opiniões. Baseada nisso, caro leitor do Cadê o Controle, indico esse filme para todos que gostam de uma comédia leve, despretensiosa e descontraída.

Antes que pergunte: Sim, trata-se de um filme com uma workaholic que morre se não atender o celular, tem problemas em sua vida pessoal devido ao trabalho e no fim dá a volta por cima. Mas diferente dos filmes anteriores (O Diabo e Nothing Hill) que serviram de inspiração, Becky não é glamourosa, não sai do lixo para viver no luxo e tem de se virar sozinha em todos os sentidos. É uma mulher desajeitada, otimista, determinada, falante e muito cativante. Rachel está inspiradora em sua atuação. Tudo a sua volta é interessante, além de diversos elementos que tornam o filme divertido, como as decisões que Becky tem de tomar com os coadjuvantes e sua relação com eles.

ManhaGloriosa

Os veteranos Harrison Ford e Diane Keaton estão ótimos no papel de apresentadores do programa, principalmente ele. O final do filme é muito bacana por conta de uma simples palavra que Mike Pomeroy fala para voltar atrás de uma situação que procurou com Becky. Estão presentes no filme o talentosíssimo Jeff Goldblum, Patrick Wilson (o Coruja) e Ty Burrell (um dos personagens mais engraçados do filme).

A história é bem leve, daqueles filmes que gostamos de assistir com o(a) namorada(a) em um dia frio debaixo do edredon. Dei boas risadas e terminei de vê-lo com sensação de missão cumprida. Assista sem criar expectativas, estoure algumas pipocas e divirta-se.

Imagens: Aqui, aqui e aqui.

Artigos relacionados

coment
  • Dan Wolks
    8 de agosto de 2011 at 07:51

    Eu também gostei bastante do filme, uma comédia leve que nos rendeu boas risadas, os atores não comprometeram o filme, muito pelo contrário, gostei da atuação deles principalmente da Rachel.

    E quanto a crítica especializada… é só ver os comentários logo abaixo do post q vemos que não somos os únicos a discordar dela.

  • Fran @runtobefit
    10 de agosto de 2011 at 08:36

    Gaby, como nunca tinha visto mais nada dessa atriz e nem sabia o nome dela, achei muito bom vc ter dito Regina George, lembrei na hora hahahahhaha

    Fiquei curiosa, vou procurar.

    Obrigada!